Cónego Damasceno Fiadeiro

Uma vida consagrada.

O Monsenhor João Damasceno da Silva Fiadeiro nasceu a 4 de Outubro de 1874 na Freguesia da Conceição, na cidade da Covilhã, e veio a falecer em Lisboa a 21 de Novembro de 1966, na Freguesia dos Mártires, estando sepultado no cemtério do Alto de S. João, em jazigo da família.

Conseguimos obter na Cúria Patriarcal de Lisboa, no antigo Convento de S. Vicente de Fora, o seu processo individual , onde estão registados todos os factos relevantes da sua longa vida e que pode ser visto clicando no link seguinte:

processo individual

Numa pequena síntese enumeramos alguns pontos da sua recheada carreira:

  1. Frequentou o Colégio de S. Fiel onde teve como condiscípulos alguns nomes ilustres como Egas Moniz e Damas Mora;
  2. Em 1890 ingressou no Seminário de Santarém, tendo sido nomeado professor em 1893;
  3. Foi ordenado presbítero em 1897, em Lisboa;
  4. Capelão Hospitalar de 1897 a 1902;
  5. Em 1899 foi nomeado capelão efectivo da Casa Real, onde desempenhou várias funções como perceptor dos príncipes e confessor da Rainha D. Amélia;
  6. Acompanhou a família Real na sua viagem ao Egipto e Mediterrâneo, em 1893 ;
  7. Foi professor no Liceu Camões entre 1920 e 1925;
  8. Prior collado da freguesia de Santa Justa e Rufina desde 1905 até à data da morte;
  9. Pároco de S.Domingos entre 1926 e 1930, data em que foi nomeado Cónego da Sé;
  10. Vigário do Culto na Igreja da Conceição Velha a partir de 1932 até ao final da sua longa vida.

Foi agraciado com as seguintes distinções:

  1. 1901 cavaleiro de Nossa Senhora da Conceição;
  2. 1902 membro da Arcadia Romana;
  3. 1904 comendador de Santa Catarina do Monte Sinai;
  4. 1905 cruz de ouro «Pro Ecclesia e Pontifice»;
  5. 1907 medalha de prata da Cruz Vermelha Espanhola;
  6. 1908 comendador de Nossa Senhora da Conceição;
  7. 1910 camareiro secreto de S. Santidade;
  8. 1929 comendador de Mérito Civil de Espanha;
  9. 1930 comendador da Ordem de Cristo.
Tive o privilégio de privar com ele e a irmã, a prima Sofia, e de o ter tido como celebrante do meu matrimónio e do baptismo dos nossos filhos José Luiz e Maria João

Com a finalidade de abrir rápidamente esta página, a imagem está em tamanho reduzido, mas se pretenderem vê-la ampliada, basta clicar nela.

TER> ="true">